Perfil

Origem: África Ocidental; Benin, Cameron, Gana, Costa do Marfim, Nigéria, Togo.

Temperatura da água: 21 - 25°C

pH: 6-7.5 (6.5),

dH: 2-12 (4)

Tamanho Adulto: 10 centímetros. Os machos são mais coloridos e um pouco maiores.

 

Blue gularis

Características: Peixe alongado. A cor depende da população. Duas variantes são mais comuns, uma esverdeada e outra dourada. A verde tem um fundo dessa cor, com pontos e listras avermelhadas. As partes inferiores são azuis e a barriga é branca. As nadadeiras são verdes com marcas vermelhas e uma orla verde. Fêmeas são marrom avermelhado. A variedade dourada tem costas com marrom esverdeado brilhante e laterais marrom dourado para o azul. A parte frontal do corpo é marcada com pontos vermelho escuro, enquanto a traseira possui muitas listras vermelho escuro transversais. As nadadeiras desta variedade são notadamente alongadas e verde dourado. Bandas vermelhas marcam as nadadeiras. As fêmeas são marrom dourado.

Aquário: tanques com mais de 60 litros podem ser utilizados para um trio. Coloque troncos, raízes, musgo de java para que sirvam de esconderijo. A tampa deve ser bem ajustada, pois eles saltam.

Alimentação: Melhores resultados com alimentos vivos, mas aceita ração. Artêmia, tubifex, enquitréias, larva do besouro do amendoim, dafnia (pulga de água), drosophilas (mosca da fruta), bloodworms, alimentos congelados. Gostam de minhocas, mesmo que sejam grandes. Tornam-se destemidos com o tempo. Não é incomum morderem o dedo do dono, se ele o colocar no aquário.

 

Reprodução: utilize um substrato de asfagno pois esta espécie enterra os ovos. Alternativamente pode ser utilizado um recipiente, tal como um vaso baixo, com o asfagno. Mais prático é usar bruxinhas de fundo. Remova o substrato ou a bruxinha do aquário após a desova e deixe secar por um dia. Coloque o substrato, que deve ser mantido úmido, em um saco plástico e o armazena a temperatura de 18 a 24°C. Assegure-se de aerar o saco periodicamente. Após quatro a oito semanas, o substrato pode ser colocado em um aquário contendo água mole.

Filhotes: Quando nascem os filhotes, podem ser alimentados com náuplios de artêmia. Os primeiros sinais de sexagem aparecem por volta das seis semanas. Aquários maiores e trocas frequentes de água auxiliam no mais rápido e completo desenvolvimento. Frequentemente é necessário separar os filhotes por tamanho pois os maiores podem ser muito agressivos em relação aos menores.